RISCOS PARA QUEM BEBE ÁGUA EM EXCESSO.

RISCOS PARA QUEM BEBE ÁGUA EM EXCESSO.


O excesso do consumo de água pode desequilibrar a quantidade de sódio no sangue e desregular os rins. Entenda


É quase impossível acreditar que beber muita água possa trazer conseqüências desagradáveis ao organismo. Mas o abuso é capaz de causar até a morte. O principal problema do excesso é a chamadahiponatremia, que é o desequilíbrio na concentração de eletrólitos no sangue, principalmente o sódio. Nesse caso, acontece uma diluição dos sais existentes no sistema circulatório. A diluição exagerada desses eletrólitos pode fazer com que sua função seja reduzida. As conseqüências são dores de cabeça, mal-estar e até mesmo parada cardíaca, em razão da disfunção elétrica que compromete a contração do músculo cardíaco. Isso pode ser fatal mesmo em indivíduos saudáveis.

“Não se pode precisar ao certo uma quantidade limite para que não aja hiponatremia, pois isso varia de pessoa para pessoa. No entanto, é muito conhecido o caso de uma garota que morreu, nos EUA, após participar de uma competição em que era preciso beber a maior quantidade possível de água. A menina ingeriu seis litros e horas depois morreu”, exemplifica Milana. Por mais que pareça chocante, a história também andou acontecendo com alguns atletas, durante maratonas, quando ingeriam uma alta quantidade de água com o intuito de não desidratar.

Não existe um biótipo que necessite mais de água que outro. Na verdade, o que ocorre é que algumas pessoas — devidamente orientadas pelos médicos— precisam realmente ingerir mais líquidos que outras.

Segundo o professor José Abrão Cardeal da Costa, também da divisão de Nefrologia, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, pessoas com cálculos renais devem manter um volume urinário de dois a três litros por dia para prevenir a formação dos cálculos.

Portadores de nefropatias perdedoras de sal também precisam urinar mais, às vezes marcas superiores a quatro litros diários. “Quem tem diabetes insipidus central ou nefrogênico (genético ou adquirido) precisa manter volume urinário de até cinco litros”, explica Costa.

Portanto, se você não faz parte dessa turma, esqueça tudo o que já ouviu falar sobre o consumo de água. Apele não vai ficar mais bonita e você não vai emagrecer apenas ao tomar os dois litros diários dessa bebida.

 Fonte: Revista  Viva Saúde.